Aaron Carter é encontrado morto, aos 34 anos

Publicado em

Uma notícia difícil de dar. Segundo o site TMZ. O cantor Aaron Carter, de 34 anos, foi encontrado morto neste sábado, 05 de novembro. Irmão de Nick Carter, integrante da banda Backstreet Boys, Aaron foi achado em uma banheira, em sua casa, em Lancaster, na Califórnia.

A polícia local informou ao site que foi aberto um chamado, com a informação de que cartes se afogou. As investigações policiais começaram, para descobrir as circunstâncias e a causa da morte.

O cantor também estava sempre lidando com problemas pessoais e familiares por causa dos vícios, e cumpria uma ordem de restrição para não se aproximar de sua irmã gêmea Angel Carter, depois de uma briga séria em 2019.

<

TRAJETÓRIA

Aaron Carter ficou conhecido nos anos de 1990, quando tinha 9 anos de vida, ao cantar “Aaron’s Party”. O Canal Nickelodeon trazia o rapaz a todo instante e ele também esteve participando do “Dancing With the Stars”.

Trabalhou com Rap e outros meios da carreira artística. Seu último álbum de estúdio foi “Love” (2018).

No ano passado, o cantor se separou da noiva Melanie Martin, mãe de seu bebê, dias depois dela dar à luz, e vinha disputando na justiça a guarda do filho, Prince, que completa 1 ano este mês.

Reprodução/Instagram@aaroncarter
Reprodução/Instagram@aaroncarter

REABILITAÇÃO

Aaron Carter, que nos fim da década de 1990 conquistou o público com sua música pop, deu entrada em sua 5ª reabilitação no mês de setembro. Aos 34 anos, o astro também acaba de perder a guarda do filho, Prince, de apenas 10 meses, de seu casamento com Melaine Martin, segundo o jornal The Sun.

Na época ele comentou sobre sua decisão:

<

“O maior motivo da minha internação é maconha. Eu não quero mais fumar. Não preciso”, afirmou Aaron em vídeo enviado para a publicação. Segundo jornal, a criança está sob custódia da avó materna.

“Eu não tive nenhuma recaída ou algo assim, apenas os gatilhos são grandes agora para mim [e] eu quero meu filho de volta”, pediu o cantor.

“Eu tenho uma licença de maconha medicinal para cultivar até 99 plantas por ano. Mas eu joguei fora todo o equipamento, vendi tudo, me livrei de todas as minhas plantas e das minhas variedades que eu estava cultivando. E nunca me disseram que eu tinha que fazer isso pelo DCFS [Department of Children and Family Services] ou pelo Estado da Califórnia. Eles nunca tiraram minhas armas, nunca tiraram meus medicamentos regimentados”, lamentou Aaron.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<