Carmo Dalla Vecchia rebate críticas ao longo da carreira: ‘Terapia’

Publicado em

Carmo Dalla Vecchia revelou que fazer terapia tem lhe ajudado a lidar com críticas em sua carreira

Se preparando para estrear na novela Amor Perfeito, nova trama das 18h da TV Globo, o ator Carmo Dalla Vecchia (51) revelou que não costuma acompanhar a repercussão de seus trabalhos nas redes sociais. Ele disse que a terapia é uma ótima ferramenta para lidar com as críticas.

Em conversa com a CARAS Brasil, Carmo Dalla Vecchia afirmou que não se interessa por seu desempenho na mídia ou com o público, para evitar que as opiniões alheias mexam com sua entrega ao personagem.

<

“Nunca vejo [as críticas], porque eu acho que o artista tem que fazer uma coisa genuína e conectada com aquilo que ele tem dentro dele. A partir do momento que a opinião das pessoas que estão assistindo a obra for muito importante, eu posso acabar me distanciando daquilo que eu tenho mais genuíno internamente”, disse ele.

Carmo ainda afirmou que algumas críticas são maldosas a ponto de influenciar diretamente na autoestima. “Se eu conectar tudo que eu faço para ver se as pessoas irão gostar, eu vou deteriorar. Aí eu vou me negar a envelhecer, vou dar uma pirada na cabeça”, disse ele aos risos, que completou: “Na vida isso já é ruim, com o personagem também não é bom”.

Carmo Dalla Vecchia vive de modo privado e é pego em flagra junto do marido - Foto: Reprodução / Instagram
Carmo Dalla Vecchia vive de modo privado e é pego em flagra junto do marido – Foto: Reprodução / Instagram

O artista, que é casado com o autor de novelas João Emanuel Carneiro, ainda contou que a terapia tem sido fundamental para ele conseguir superar os dilemas da profissão. “Faço terapia há mais de 15 anos. Achei importante fazer. Na minha vida foi bom, foi bonito”, iniciou.

“Acho que a terapia dá armas para você entender o que aconteceu ao seu redor. Se as pessoas fizessem terapia, não teria hater no Instagram. As pessoas esquecem que quando elas falam do outro, elas estão falando mais delas do que do outro. É uma pena que nem todo mundo possa fazer”, refletiu.

Carmo disse que a terapia também foi importante para ele conseguir expressar publicamente que era um homem gay. “Foram anos de terapia para entender que o preconceito estava em mim, foram anos para entender que o medo que eu tinha não era só dos outros, era de mim também”, declarou.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<