Doença de Sheila Mello pode trazer sérias consequências, alerta especialista

Publicado em

Sheila Mello preocupou os fãs ao ser hospitalizada neste domingo, 16, no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. A dançarina do grupo É O Tchan! deu entrada reclamando de sintomas como tosse e falta de ar, o que rapidamente acendeu alerta médico. Ela foi diagnosticada com quadro de pneumonia. 

Em entrevista a pneumologista Juliana Patrícia Pires, explica que a ex-Fazenda fez bem em procurar ajuda médica logo no início dos sintomas. De acordo com a especialista, ignorar sinais de alerta, como a falta de ar, por exemplo, pode tornar o problema ainda mais grave.

“Os principais motivos de alerta são: falta de ar, tosse [pode ser produtiva ou seca] e febre.  Muitas vezes pode estar presente apenas 1 desses sintomas e já ser um quadro de pneumonia”, explica.

O tratamento adequado varia para cada caso. Em casa, é recomendado beber água para hidratar o corpo. Os cuidados rotineiros ajudam na estabilidade da saúde respiratória, considerada uma das aréas mais afetadas pela doença.

“Usar o antibiótico pelo prazo correto [não suspender antes por melhora clínica] e nos horários corretos, ingerir bastante líquido, alimentação adequada e repouso parcial durante o tratamento, tudo para possibilitar que ser corpo se recupere da melhor maneira possível”, afirma

Sheila Mello Exibe Flexibilidade Ao Praticar Ioga
Sheila Mello exibe flexibilidade ao praticar ioga

No caso de Sheila Mello, ela recebeu alta médica ainda ontem, o que preocupou os fãs da artista. Apesar da falta de ar ser um dos sintomas de alerta, a especialista explica que dependendo dos resultados de exames recomendados o paciente pode continuar o tratamento em casa.

“Se o quadro de pneumonia for leve e não houver sinais de alarme como necessidade de oxigênio, sinais de fadiga respiratória, frequência cardíaca ou respiratória aumentada, alteração importante de exames laboratoriais, o paciente pode ser liberado para tratamento domiciliar com antibiótico”, ressalta.

“Caso a infecção não seja tratada, a pneumonia pode evoluir com aumento da porção acometida e aumento da gravidade da infecção, evoluindo com insuficiência respiratória com necessidade de oxigênio ou até de ventilação mecânica, além de poder evoluir com septicemia e maior risco de óbito”, conclui.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

** A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Ultimas Noticias

Leia Tambem

Leia Mais