Entrevista exclusiva com Mãe Michelly Cigana

Publicado em

“A renomada Mãe Michelly da Cigana, verdadeiro fenômeno da internet com uma base de seguidores que ultrapassa a marca de um milhão, conquistou destaque em todo o Brasil após uma imagem sagrada em sua residência se tornar viral no Twitter e ganhar repercussão em diversos meios de comunicação, em virtude de sua devoção.

Reconhecida por suas precisas interpretações das cartas, Mãe Michelly da Cigana também vem se destacando em previsões relacionadas ao mundo do futebol e outras formas de entretenimento. Contudo, ela acredita firmemente que a religião deve ser utilizada para promover o bem coletivo, proporcionando saúde, prosperidade e abrindo caminhos. Segundo ela, quando a religião é empregada com propósitos nobres, os orixás certamente oferecem sua ajuda.

Além disso, Mãe Michelly atende uma extensa carteira de clientes, incluindo pessoas de outros países, e tem uma agenda lotada de compromissos com a imprensa.

Na entrevista, Mãe Michelly respondeu algumas de nossas perguntas

Como foi o ano de 2023 , o ano que você ganhou destaque nacional e internacional

Eu cultuo Belzebu esse ano, vai fazer 11 anos. E eu vejo o ano passado, quando eu realizei com a imagem dele na frente da minha casa, como um presente dele pra mim. Como se eu tivesse sido uma escolhida, né? Que o recado que eu recebi da espiritualidade é que eu seria uma porta-voz para a intolerância religiosa. Dizer que eu não gostei de todo esse sucesso pela parte profissional eu estaria mentindo, porém o que mais me deixa feliz na proporção que tomou e que vem tomando é a voz, o espaço para a gente buscar o respeito pela nossa religião. Porque nós sabemos que todas as religiões existem, porém a nossa de matriz africana, de Kimbanda, Umbanda, é a que tem menos espaço, menos oportunidade, menos voz. E é o que eu venho conseguindo com muita luta, porque não é fácil, apesar da grande repercussão positiva. Muitas pessoas, muitas ainda, têm o receio de me receber para uma entrevista e de me dar o espaço

Mãe Michelly Cigana

Fale sobre a compra do sítio, que custou mais de 1 milhão de reais?

O sítio do Belzebu, na realidade eu comprei o sítio, o sítio foi 2 milhões. Está escriturado tudo, tudo certinho. Vai ser um santuário religioso, que não está pronto ainda. Nós temos agora dia 23 de março a inauguração do cemitério em homenagem à Maria Padilha. É um cemitério que eu fiz dentro do espaço do sítio que é do Belzebu. Belzebu já tem um espaço dele separado. O cemitério vai ser inaugurado dia 23 de março. Porém, o complexo, o santuário em si, o nome vai ser Santuário de Belzebu, sítio de Belzebu. Porém vai ter um espaço para cada entidade. Vai ter um espaço para os pretos velhos, um espaço para o povo cigano. Vai ser como se fosse um empreendimento religioso. Um espaço para as pessoas visitarem, acender uma vela, depositarem a sua fé. Vai ser um espaço que ainda não está pronto.

Você recebe muito apoio dos adeptos da Religião?

Na realidade, eu tenho algumas pessoas que me apoiam, que meu público é muito 8 ou 80 , né? Ou eles me amam ou eles me odeiam. E eu já cheguei à conclusão que a parte que odeia é a parte que não constrói.

Sabe? Que não pensa no coletivo, tipo… Tem muita gente que hoje não gosta de mim porque, né? Sabe que vai tomar uma proporção… “Nossa, a mulher pensou em fazer um parque religioso”. Que é algo útil, que é algo que todo mundo precisa e que é algo que não tem. E que é algo que muita gente que se te pegasse 2 milhões na mão, compraria um carro, compraria uma casa na praia, eu devolvi pra minha fé. Poderia botar o dinheiro, botar Render, né? E guardar. Eu disse, não, esse dinheiro veio da viralização, esse dinheiro não me pertence. Esse dinheiro pertence às entidades. Eu vou devolver pra elas.

Como devolver pra elas? Fazendo um santuário pra elas. Então tem muita gente que não constrói e me ataca. Eu vejo que hoje o religioso que não está do meu lado é o hater, ou aquele que gostaria de ser eu. Porque eu tô errada, o meu trabalho não é bom. Mas daí eu vou lá olhar a pessoa que tá me criticando e ela não faz nada. Ela não… Como se diz? Eu sou o errado que deu certo. E a pessoa que me critica, eu acho que eu sou uma pessoa polêmica. Eu acho que eu me vejo, sim, polêmica. Mas uma pessoa que divide opiniões. Ou eles me amam ou me odeiam.

Mas eu percebo que o que odeia é o frustrado. Porque o sol é pra todo mundo, oportunidade é pra todo mundo. Eu não busquei isso. Eu tava dormindo dentro da minha casa quando alguém postou a foto da minha casa no Twitter e bombou. Sabe? Não fui eu que fui atrás da “viralização “

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<