MC Marcinho respira com a ajuda de aparelhos após um mês internado: “Cuidados intensivos”

MC Marcinho está completando um mês de internação no Hospital Copa D’Or do Rio de Janeiro (RJ), nesta quinta-feira (27). O último boletim médico aponta que o quadro do cantor de ‘Glamurosa’ é estável – no entanto, ele voltou a respirar com a ajuda de aparelhos enquanto aguarda por um transplante de coração.

"O paciente Márcio André Nepomuceno Garcia segue estável, ainda necessitando de cuidados intensivos e respira com ajuda de aparelhos (ventilação mecânica)", informou a nota da última quarta-feira (26).

Vale destacar que MC Marcinho foi internado para tratamento cardíaco e renal após apresentar problemas em seu marca-passo. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória em 11 de julho e precisou ser intubado. No dia 14, o artista foi submetido à implantação de um coração artificial.

O objetivo é que o cantor fique com o paliativo até que encontrem um coração compatível para doação. Sendo assim, ele deve permanecer internado durante o período em que aguarda na fila do transplante.

O irmão de Marcinho pediu para que os fãs continuem orando pela recuperação de um dos maiores nomes do funk carioca. "Quero agradecer a todos que estão nos ajudando em oração e pedir para continuarmos. Nossas orações tocaram o coração de Deus e ele vai operar mais esse milagre em nome de Jesus”, escreveu Mauro Garcia na última segunda-feira (24).

DOAÇÃO DE SANGUE

A equipe de MC Marcinho lançou uma campanha para doação de sangue para o funkeiro. A iniciativa foi divulgada em seu perfil no Instagram, em que ele acumula quase 400 mil seguidores. Os responsáveis informaram que todos os tipos sanguíneos são aceitos nos postos de recebimento espalhados pelo Rio de Janeiro (RJ).

"Nosso príncipe está precisando de doação de sangue. Quem puder ajudar nessa campanha indo a um desses endereços informados no banner. Vamos juntos nessa campanha de fé!", pediu o perfil de Marcinho, que chegou a celebrar o sucesso de sua música em 'Vai na Fé' pouco antes.

Os bancos de sangue divulgados pela equipe ficam no Centro, Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Além do problema cardíaco, Marcinho também apresenta doença renal crônica e entrou na lista de prioridades de transplante por conta da gravidade do quadro.\

Gostou deste story?

Aproveite para compartilhar clicando no botão acima!

Visite nosso site e veja todos os outros artigos disponíveis!

Leia Mais