Publicado em

A História de Fé e Superação de Mc Trans no Carnaval Paulista

Durante os festejos do Carnaval em São Paulo, a cantora Mc Trans, filha de Oxóssi e Iansã, protagonizou uma jornada de fé e superação que culminou na conquista do prêmio da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo pela escola de samba Grêmio Recreativo Estrela do Terceiro Milênio. Após uma década afastada das festividades carnavalescas, Mc Trans decidiu percorrer o sagrado trajeto da Avenida do Samba pela primeira vez em 2024, surpreendendo a todos com sua estreia marcante.

Em um desfile repleto de cores e ritmos, Mc Trans brilhou como destaque em um dos carros alegóricos, trazendo sorte para a escola do Grajaú, região onde se localiza a quadra da agremiação. Em entrevista exclusiva à coluna Gabriel Sorrentino do EMOFF, a cantora atribuiu a vitória à união e à força da comunidade, além de destacar o papel fundamental da escola e seus componentes, como a bateria, a comissão de frente e o casal de mestre-sala e porta-bandeira.

A trajetória de Mc Trans no Carnaval teve um início marcado por uma promessa feita em 2014, quando ela teve que abrir mão da folia devido a um motivo urgente relacionado à saúde de seu filho. Diagnosticado com problemas psiquiátricos que o impediam de compreender as coisas, o filho de Mc Trans passou por um período delicado, até que, por meio de sua fé e de uma promessa à espiritualidade, o milagre da cura aconteceu.

Mc Trans
Mc Trans

Durante os dez anos seguintes, Mc Trans se manteve afastada do Carnaval, cumprindo sua promessa e se dedicando ao cuidado de sua família. No entanto, em 2024, após um chamado da espiritualidade, a cantora sentiu-se impelida a retornar à folia, sendo acolhida pela escola Estrela do Terceiro Milênio, onde se encantou com a inclusão e o respeito demonstrados pela comunidade, especialmente em relação às mulheres trans.

Com os olhos já voltados para o Carnaval de 2025, Mc Trans planeja mergulhar ainda mais na cultura carnavalesca, participando ativamente dos preparativos com sua escola. Apaixonada pela Terceiro Milênio e inspirada pelo trabalho social do diretor responsável da escola, Silvão Leite, a cantora está determinada a fazer do próximo desfile uma celebração inesquecível.

Assim, a história de Mc Trans no Carnaval de São Paulo não apenas representa uma trajetória de fé e superação pessoal, mas também destaca a importância da inclusão e do respeito dentro da maior festa popular do país.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Leia Mais

<