Após 13 anos, Justiça manda prender condenados por morte do filho de Cissa Guimarães

Publicado em

Após 13 anos, a Justiça do Rio deu ordem para prisão de Rafael de Souza Bussamra e Roberto Bussamra, pai e filho envolvidos no acidente que matou Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães. De acordo com o site O Tempo, a decisão partiu do Juiz da 16ª Vara Criminal, Marcelo de Sá Baptista, na última quarta-feira (23).

O acidente aconteceu em 2010, no Túnel Acústico, na Gávea, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Enquanto o túnel estava fechado para o tráfego de veículos, Mascarenhas andava de skate no local. O rapaz foi atropelado pelo veículo dos Bussamra, que estava em alta velocidade, e faleceu aos 18 anos.

Em 2015, Rafael Bussamra, que dirigia o carro em área fechada para o trânsito, foi condenado a sete anos de prisão em regime fechado e mais cinco anos e nove meses em semiaberto. O pai dele, Roberto Bussamra, foi condenado a oito anos em regime fechado e nove meses em semiaberto. Durante a sentença daquele ano, o juiz Guilherme Schilling destacou a atitude do pai em corromper os policiais militares, como uma tentativa de acobertar o filho.

No entanto, um ano depois, pai e filho tiveram a pena revertida para serviços comunitários, após recorrerem da decisão que os sentenciou à prisão. Na ocasião, a pena de Rafael já tinha diminuído para três anos e seis meses de detenção em regime semiaberto. Além disso, houve a suspensão da habilitação para dirigir por igual período. Já a de Roberto, que foi acusado por crime de corrupção ativa, era de três anos, 10 meses e 20 dias de reclusão em regime semiaberto, mais pagamento de 18 dias-multa.

Em 2019, o Ministério Público do Rio e a defesa dos réus recorreram ao STJ. O ministro Jorge Mussi deu parcial provimento ao recurso do MP, considerando descabida a aplicação de pena restritiva de direitos. Em junho de 2021, a 5ª Turma do STJ manteve a decisão de Jorge Mussi.

Já em maio de 2023, a ministra Rose Weber negou recurso da defesa e, dias depois, o processo voltou para o TJ do Rio. Por fim, no dia 28 de julho, a 16ª Vara Criminal do Rio (onde Rafael e Roberto foram condenados em primeira instância em 2015), determinou, então, o cumprimento do acórdão do STJ e a derrubada da decisão de pena revertida. Foi feito o pedido de execução da sentença definitiva e a prisão foi realizada.

Após 13 anos, Justiça manda prender condenados por morte do filho de Cissa Guimarães
Após 13 anos, Justiça manda prender condenados por morte do filho de Cissa Guimarães

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<