Cantor sertanejo é preso acusado de matar namorada carbonizada

Publicado em

Neste domingo, 08/10, o cantor sertanejo João Vittor foi preso em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. O artista é acusado de matar a namorada Bruna Angleri, de 40 anos, carbonizada no final de setembro, na cidade de Araras.

Segundo as informações do G1, João estava com a prisão preventiva decretada desde a última sexta-feira, 06/10, mas apenas no domingo foi encontrado, entre as cidades de Ribeirão Preto e Cravinhos. O músico planejava fugir para Goiás.

Vale destacar que, antes de ser preso, ele foi perseguido pela polícia, mas conseguiu fugir pelo canavial. Nas redes sociais, ele contou que planejava se entregar. Após a prisão, a defesa de João Vittor contou ao Uol que ele permanecerá em silêncio: “[Ele] Vai se manifestar exclusivamente nos autos”.

A família de Bruna afirmou que o relacionamento entre ela e o cantor durou cerca de sete meses e, quando chegou ao fim, ele não aceitou o término.

Sertanejo João Vittor e Bruna Angleri. Reprodução/Instagram
Sertanejo João Vittor e Bruna Angleri. Reprodução/Instagram

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<