Desrespeito e luto: A triste despedida do fundador do Sereno de Campo Grande

Publicado em

Ausência de representante de agremiação chama atenção ao sepultamento de um dos fundadores da Sereno de Campo Grande, Osmar Capilé

No último dia 26/04, a comunidade do samba lamentou a perda de um de seus grandes baluartes, Osmar Capilé, um dos fundadores do Grêmio Recreativo Escola de Samba Sereno de Campo Grande.
Osmar, aos 84 anos, faleceu em sua residência por volta das 11 horas, deixando um legado de dedicação e amor à agremiação que ajudou a criar.

“No tempo em que Capilé ainda era pequeno…” dizia um dos antigos sambas do Sereno em referência à Osmar.

<

A trajetória de Osmar confunde-se com a própria história do Sereno. Desde os tempos áureos do bar da Dona Anastácia ao Loda, nos anos 70, Osmar e seus amigos brincavam de carnaval. Nos anos 90, a brincadeira tornou-se comprometimento, com disputas, conquistas e a corrida para os palcos do carnaval carioca.

O Sereno de Campo Grande alcançou feitos consideráveis, incluindo levar a Coruja, símbolo da agremiação, para desfilar na Marquês de Sapucaí. Mesmo debilitado, Osmar vislumbrou a agremiação, que ajudou a erguer, alcançar patamares impressionantes, como o ensaio técnico na Sapucaí.

Entretanto, no momento póstumo de Osmar Capilé, o que mais chamou a atenção foi a ausência de um representante da direção do Sereno no velório. Newma Santiago, filha do fundador, manifestou o desapontamento com a falta de respeito demonstrada: “Avisei ao diretor de carnaval da Escola, André Baiacu, que não enviou sequer um único representante ao velório! Nada foi feito. Achei uma falta de respeito muito grande. Infelizmente as pessoas hoje veem mais o carnaval como um lugar para se ganhar dinheiro e esquecem o respeito aos seus baluartes, seus fundadores. A história, a raiz. Após o sepultamento fiz contato com a Renatinha (Renata Capriglione) que avisou ao seu marido, o Patrono Nelsinho, o qual seu pai, o presidente de honra sr. Nelson também era amigo do meu. E o Nelsinho, em viagem, me pediu mil desculpas e solicitou as condolências à família. Eles não sabiam e tenho certeza que se soubessem JAMAIS DEIXARIAM PASSAR EM BRANCO. Agora ao diretor de carnaval, Sr. Baiacu, peço um pouco mais de respeito aos baluartes e que procure mais a história da agremiação.” – Disse Newma Santiago, a filha do fundador.

“Chegamos a mostrar o ensaio técnico na Sapucaí através dos sites que cobrem o carnaval , debilitado , as lágrimas caiam ao ver o pavilhão entrar no Sambódromo. Ele nunca imaginaria que aquelas reuniões entre amigos iriam tão longe… Respeito muito o Sr. Nelson e ao Nelsinho que com garra e pulso, deram um honroso andamento à escola, deram à vida, merecem nossos aplausos, mas ao funcionário André Baiacu todo o meu repúdio pelo descaso!”

<

O sepultamento de Osmar Capilé foi realizado no Cemitério de Campo Grande.

A partida de Osmar Capilé representa uma perda significativa para a comunidade do samba e para o Sereno de Campo Grande. Sua história, dedicada ao crescimento da agremiação, será sempre lembrada como parte fundamental do legado da Coruja na folia do Rio de Janeiro.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<