Grazi Massafera assina com a HBO Max e será protagonista de nova versão de sucesso

Publicado em

Preparados para se emocionar? A HBO Max confirmou, com exclusividade ao hugogloss.com, que Grazi Massafera foi a escolhida para estrelar o remake de “Dona Beja“, novela que conquistou o país nos anos 1980.

Me sinto muito feliz e honrada em fazer parte dessa personagem histórica que é real, que inspirou livro, novela, que faz parte do imaginário brasileiro e agora vai ter uma releitura tão especial“, celebrou a musa. “Eu e a HBO já estávamos nos paquerando de longe, desde que começou a se falar da possibilidade de “Dona Beja” existir, conversamos muito e agora finalmente assumimos esse namoro rs. Vai ser lindo“, concluiu.

A produção é uma releitura da obra de mesmo nome, que foi inspirada nos romances biográficos “A Vida em Flor de Dona Beja” (1966), de Agripa Vasconcelos, e “Dona Beija: a feiticeira de Araxá” (1957), de Thomas Leonardos. No folhetim, Grazi dará vida à Ana Jacinta, uma mulher que perde sua virgindade em decorrência de um sequestro e acaba sendo rechaçada pela sociedade em que convive.

A partir daí, ela se transforma em Dona Beja, a maior cortesã da região de Araxá, em Minas Gerais. Beja então seguirá uma jornada de empoderamento, na qual ela irá expor a hipocrisia da sociedade patriarcal, colocando aos seus pés o ex-noivo Antônio e todos os homens que cruzam seu destino. Ela mostrará, ainda, a importância da força feminina em 40 capítulos, com cerca de 40 minutos cada.

Grazi Massafera fala sobre relação com Cauã Reymond: ‘amizade’. Foto: Reprodução/ Instagram
Grazi Massafera fala sobre relação com Cauã Reymond: ‘amizade’. Foto: Reprodução/ Instagram

Apesar de um clássico da TV e literatura, a HBO Max pretende modernizar a adaptação, levando em consideração as mudanças da sociedade nas últimas décadas. Os 89 capítulos originais de “Dona Beja” foram exibidos entre 31 de março a 11 de julho de 1986, na TV Manchete. O folhetim, protagonizado por Maitê Proença, marcou o primeiro grande sucesso do canal na teledramaturgia.

A nova versão será escrita por Daniel Berlinsky, António Barreira, em colaboração com Maria Clara Mattos, Cecília Giannetti, Clara Anastácia e Ceci Alves. A produção é baseada na sinopse desenvolvida por Renata Jhin e António Barreira, em releitura da obra original criada por Wilson Aguiar Filho.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<