Juliette pode processar empresa que a contratou após plágio

Publicado em

Juliette está vivendo um verdadeiro turbilhão na carreira no atual momento, mas não no sentido positivo da coisa. Ela e Duda Beat lançaram a canção “Magia Amarela” e logo foram acusadas de plagiar o projeto “AmarElo”, que Emicida lançou em junho de 2019.

A polêmica não demorou muito para acontecer, já que os internautas detectaram semelhanças no conceito geral do trabalho, nas artes de divulgação e até no cenário para a fotografia do projeto.

Evandro Fióti, produtor e irmão de Emicida, foi o primeiro a falar da polêmica.

O projeto de Emicida, “AmarElo” envolve três partes: o disco “Amarelo”, o doc “Amarelo – é tudo pra Ontem” e o “Amarelo ao vivo”.

“Tem banda de artista branco que a gente encontra em todo lugar, que mal lançou um disco e que em um ano já ganhou um Grammy. A gente levou 12 anos para ganhar um Grammy. E o trabalho que a gente ganhou um Grammy acabou de ser roubado conceitualmente. Entendeu? Tem noção o ódio que gera? Tem noção a vontade que dá de botar fogo em tudo?”.

“Sabe apropriação e tudo aquilo que a gente discursa sobre ética? Então, esse mercado tem bem pouco. Sem criticar as artistas que inclusive admiro. Mas nosso jurídico vai trabalhar”.

Juliette pode processar empresa que a contratou após plágio
Juliette pode processar empresa que a contratou após plágio

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

Últimas Notícias

Mais Lidas

Leia Mais