Justiça impõe nova derrota a homem que pedia R$ 9 milhões da herança de Marília Mendonça

Publicado em

A Justiça de Goiás rejeitou mais uma vez as demandas de Gabriel Gonçalves Ramalho, que buscava obter R$ 9 milhões da herança da cantora Marília Mendonça, falecida em um acidente de avião em 2021. O empresário alegava ser funcionário da cantora e, portanto, ter direito a verbas trabalhistas. Após a decisão de primeira instância que negou seu pedido, o desembargador Daniel Viana Júnior, do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região, apoiou a família da artista e se posicionou contra o reconhecimento do vínculo empregatício.

O magistrado também determinou que Ramalho pague honorários advocatícios aos advogados dos parentes de Marília, no valor de 8% do montante atualizado da causa.

Conforme divulgado pelo portal “Metrópoles” durante o julgamento em primeira instância, Ramalho foi um dos incentivadores do início da carreira de Marília Mendonça e possuía 10% de seus ganhos. Ele se apresentava como empresário da artista, embora, segundo os familiares, isso nunca tenha sido verdade. Após a morte da cantora sertaneja, Ramalho buscou o reconhecimento judicial como seu funcionário, visando obter verbas trabalhistas com base em um suposto salário mensal de R$ 200 mil.

No entanto, a Justiça entendeu que Ramalho não recebia um salário, mas sim uma porcentagem dos ganhos da artista, e que ele não preenchia os requisitos para o reconhecimento de um vínculo formal de emprego.

Advogados e familiares da cantora comemoraram a nova vitória nas redes sociais. A mãe de Marília, Ruth Moreira, compartilhou uma mensagem do advogado Robson Cunha, na qual ele mencionou o oportunismo do empresário e expressou satisfação com o desfecho do caso.

Mãe de Marília Mendonça decide o que fará quando morte da cantora completar 1 ano - Foto: Reprodução
Mãe de Marília Mendonça decide o que fará quando morte da cantora completar 1 ano – Foto: Reprodução

“Normalmente, não me manifesto sobre processos judiciais, mas este é algo único. Gabriel causou muito mal a Marília e ainda tentou se aproveitar após a morte dela. É uma questão de lealdade e honra não permitir que Gabriel fizesse isso com sua família. Hoje, temos uma grata sensação de JUSTIÇA!”, escreveu o advogado em seu perfil no Instagram.

Por meio do Instagram, o irmão de Marília, João Gustavo, também compartilhou a mensagem do advogado e enfatizou que “a Justiça de Deus nunca falha”.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<