Kelida Marques revela os mistérios sobre o tratamento do câncer do Rei Charles

Publicado em

Em conversa com nossa coluna a a Psicanalista e especialista em espiritualidade, Kelida Marques revela os mistérios sobre a escolha do Rei Charles ao método alternativo para o tratamento contra o câncer diagnosticado. Aos 11 anos, foi iniciada na leitura do baralho cigano por uma cigana de um acampamento local, uma experiência que aprofundou sua conexão com a espiritualidade e moldou seu destino tendo aprendido a ler cartas.

O que são poções, há alguma diferença entre poções e ervas e para que servem no tocante ao tratamento contra o câncer?

As poções são preparadas seguindo tradições místicas, esotéricas, ou farmacológicas, que podem variar entre diferentes culturas e sistemas de crenças, incluindo, mas não se limitando a, práticas de fitoterapia, homeopatia, Ayurveda, e medicina tradicional chinesa. Ainda existem dentro do segmento das poções àquelas que utilizam dos poderes dos cristais, florais, óleo essenciais e ervas. Na cultura brasileira, algumas pessoas principalmente no interior no Brasil, usam muito as garrafadas feitas com vinho, ervas, cascas é uma medicina popular e indígena que deve ser respeitada, entretanto, nenhuma crença, religião ou pessoa deve-se basear apenas nos cuidados populares para cuidar da sua saúde, sempre busque um acompanhamento médico.

Qual a sua análise sobre o uso da alternativa natural, escolhida pelo Rei de Charles, no tratamento contra o câncer?

Segundo a leitura espiritual que fiz sobre o Rei Charles é que a medicina tradicional pode fazer pouco por ele, ou seja, o câncer do rei está em um estágio avançado, e então, ele se ausentará cada vez mais de suas atividades como monarca, por esse motivo e tomou a decisão de não se submeter a um tratamento mais agressivo para seu corpo que se encontra fragilizado. O trono da Inglaterra tem uma forte ligação kármica que analisando as energias observo que a matriarca da família Elizabeth II era extremamente apegada ao trono e ao seu país, quando acontece um desencarne de uma pessoa que lutou muito para alcançar seus objetivos a energia dessa alma não desapega da matéria, ou seja, o inconsciente coletivo recebe essa energia e tem sua linha sucessória desestabilizada.

Qual o poder e a indicação das ervas para o tratamento contra o câncer?

A maioria dos medicamentos utilizados por nós são providos das ervas, como por exemplo,
Paclitaxel (Taxol). Originalmente extraído da casca do teixo-do-pacífico (Taxus brevifolia), é um potente medicamento utilizado no tratamento de vários tipos de câncer.

Ácido Salicílico (e Salicilatos) – Derivado da casca do salgueiro (Salix spp.), é a base para a fabricação do ácido acetilsalicílico, conhecido como aspirina, usado como analgésico e anti-inflamatório.  O uso dos chás também é utilizado para alívio de tensão, cólicas, dores, insônias, já na curandeira brasileira popular as ervas são utilizadas nos atos de benzimento, banhos.

A medicina avançou bastante e para explicar esse tempo entre a medicina ciência e a sabedoria popular teremos de mergulhar no tempo e na história e lembrarmos de grandes feitos dos descobrimentos da medicina atual, os Medicis utilizam de tinturas para tratar questões de saúde e a medicina na Europa iniciou com descobertas de remédios feitos com usos de raízes.

Sempre recomendo que, a pessoa busque sempre o atendimento e tratamento médico para qualquer situação de saúde física ou emocional e a medicina da fé ou da alma para acalmar as dores do coração aflito, pois a medicina da alma não faz questão de ganhar prêmios ou títulos então para ela e para nós que atuamos deste lado popular o importante e levar esperança.

Quais os riscos?

Ao escolher o tratamento alternativo a pessoa deve se responsabilizar por essa decisão, pois, o tratamento alternativo serve para trazer esperança e a cura interior de traumas, perdas, perdão e principalmente para uma busca interior. Existem muitos estudos que estão em andamento para serem chancelados pela ciência, mas, isso ainda levará tempo.

Como é visto na espiritualidade, o uso de ervas para os tratamentos contra doenças?

A principal ferramenta dos guias espirituais são as ervas, os cristais, os fumos pois, todos esses elementos trazem energia da natureza, da mãe terra. Um médium clarividente, consegue através de sua paranormalidade observar a aura de uma planta, nos Estados Unidos temos a médium de cura e cientista Barbara Ann Brennan, que escreveu o best seller “Mãos de Luz” que através de estudos aprofundados comprovou que a aura de uma arvore pode se expandir por até 50 cm.

Então os elementos da natureza trazem para nós seres humanos que também somos seres da natureza sua sabedoria e seu poder de cura seja ela física, emocional ou espiritual.

A luz da ciência, quais são as principais observações e recomendações a serem levadas em conta para quem opta por um tratamento como este?
Considerar a medicina alterativa que combina práticas convencionais e alternativas de maneira coordenada, pode ser uma abordagem mais equilibrada. A medicina alternativa enfoca o paciente como um todo, levando em conta aspectos físicos, emocionais, mentais, sociais e espirituais da saúde.

E por último e não menos importante, nunca em hipótese alguma acredite em curas mirabolantes, promessas de cura principalmente envolvendo ganhos financeiros, nunca seguir orientações de líderes religiosos ou mentores que induzem a abandonar tratamentos convencionais, sempre busque o equilíbrio e pessoas extremamente sensatas, honestas para práticas alternativas.

Considerações finais?

A fé tem o poder de mover montanhas, mas, ela sem o uso equilibrado da razão se torna mais letal que a própria doença.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<