Ludmilla obtém liminar contra Mario Frias por publicação de fake news

Publicado em

A cantora Ludmilla obteve, no último dia 2, liminar em ação movida contra o deputado federal Mário Frias (PL-SP) por disseminação de notícia falsa sobre sua carreira artística. Em março deste ano, o ex-secretário Especial de Cultura do governo de Jair Bolsonaro insinuou, em seu perfil no Twitter, que a cantora teria recebido cerca de 5 milhões de reais, através da Lei Rouanet, para a produção de um programa de TV que contaria sua história.

A justiça do Rio de Janeiro determinou que o deputado retire as publicações falsas de suas redes sociais em até 48 horas, estabelecendo, inclusive, multa diária em caso de descumprimento. Em nota, a cantora lamenta que notícias falsas ainda permeiem as redes sociais, disseminando desinformação e ódio entre a população.

Na postagem, o deputado compartilhou uma montagem da artista ao lado do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, com uma manchete sobre o apoio que a artista deu à campanha eleitoral do presidente eleito. Abaixo, havia uma foto do Diário Oficial, mostrando informações sobre o programa de televisão intitulado provisoriamente como “Ludmilla, Solta a Batida”.

Na época da postagem, a cantora rebateu as afirmações e esclareceu que não tem nenhuma ligação com o projeto e anexou uma nota da produtora responsável pelo programa, a Filmes do Equador. “Brincadeiras à parte, o projeto existe, mas não tenho qualquer vínculo com o mesmo. Abaixo segue um documento da produtora responsável pelo projeto, explicando o que originou o mal entendido.”

Ludmilla obtém liminar contra Mario Frias por publicação de fake news
Ludmilla obtém liminar contra Mario Frias por publicação de fake news

“Declaramos para os devidos fins e efeitos, que a cantora e compositora Ludmilla não tem qualquer vínculo com o projeto inscrito na ANCINE, intitulado provisoriamente como ‘Ludmilla, solta a batida’. A mesma não participará do programa e nem está envolvida na captação de verba para a realização do mesmo, que vai contar, na realidade, com a apresentação de outro talento. Segundo a nota, o projeto inicialmente teria sido pensado para Ludmilla, que foi convidada para fazer parte do elenco no ano de 2020. Porém, algum tempo depois a cantora, declinou o convite por direcionamentos de carreira. Como o projeto já estava inscrito a ANCINE, o título não pôde ser alterado, neste momento. Por conta das regras da agência, o nome do projeto só pode ser mudado após a realização do mesmo, que deve realizar-se em 2024”, finaliza o documento.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<