Maiara e Maraisa são acionadas na Justiça após marca ser proibida por cantora

Publicado em

Como se não bastasse a morte de uma das maiores cantoras da atualidade, Marília Mendonça, agora as irmãs Maiara e Maraísa estão passando por um perrengue daqueles na Justiça. Isso porque a dupla sertaneja está proibida de usar a marca As Patroas, projeto que fazia com a rainha da sofrência.

Uma cantora chamada Daisy Soares, da Bahia, denunciou que as irmãs utilizaram indevidamente a marca que foi criada por ela ainda em 2013. A anônima contou na Justiça que tinha o mesmo propósito das irmãs, que é levantar o poder feminino. Em 2017, ela conseguiu registrar A Patroa no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Maiara e Maraisa são acionadas na Justiça após marca ser proibida por cantora - Foto: Divulgação / Instagram
Maiara e Maraisa são acionadas na Justiça após marca ser proibida por cantora – Foto: Divulgação / Instagram

Conforme o site Splash, do UOL, conseguiu ter acesso ao documento deferido por Argemiro de Azevedo Dutra, juiz da 2ª Vara Empresarial de Salvador. A liminar determinou que, caso Maiara e Maraisa utilizem da marca em qualquer local, eventos, publicidades, físico ou virtual, terão de pagar cerca de R $100 mil de multa.

<

Daisy contou que conseguiu diversas reuniões com os advogados da Workshow, escritório que cuida da carreira das cantoras sertanejas. Apesar da conversa, nunca conseguiu um acordo de forma amigável e, por isso, precisou entrar na Justiça para reaver a sua marca oficial.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<