Mara Maravilha se defende após ser detonada por não mostrar rosto do filho

Publicado em

A cantora Mara Maravilha, de 54 anos, desde o nascimento do filho, Miguel Benjamim, 4, tem sofrido críticas nas redes sociais por não expor o rosto do menino em fotos comemorativas com a família.

A artista publicou um vídeo em clima natalino ao lado do marido, Gabriel Torres, 33, mas novamente, o filho não foi exposto às redes sociais. Na legenda do texto, ela elogia a família, além de exaltar a palavra de Deus. “As maravilhas da minha vida: Deus, minha família e meus fãs! Meus verbos preferidos: amar, agradecer e perdoar… 2023 repleto de amor, saúde e prosperidade é o que desejo a todos sem exceção”, escreveu.

Logo depois, ela foca em pedir aos seguidores para que não fiquem pedindo para mostrar o rosto do filho porque ainda, supostamente, não é a hora exata de fazer a exposição da criança: “Por favor não questionem porque ainda não mostramos o rostinho do nosso filhote, Miguel Benjamim, mas logo logo vocês vão ver o quanto ele é extraordinário e lindão!!!”.

Os seguidores, entretanto, ficaram divididos com a legenda de Mara Maravilha. Alguns compreenderam a proteção da mãe, mas outros a encararam como uma besteira. “Sem necessidade de ficar ocultando o rosto desse menino, ninguém quer o mal dele, não”, escreveu uma internauta. “Eu concordo super com a sua proteção, não estamos no coração de ninguém, né?”, opinou outra fã.

Briga com outra loira

Há pouco tempo, Mara Maravilha se envolveu em uma polêmica ao responder um comentário que a apresentadora Angélica fez sobre a suposta amizade entre as duas. “Angel foi questionada em relação às apresentadoras dos anos 1980 e 1990. E mais uma vez o foco extra vem em minha direção”, iniciou.

Logo depois, Mara falou que estava feliz em ver que a colega de trabalho não a excluiu completamente. “A colega foi muito coerente quando disse: ‘A gente sempre se respeitou. A gente se aproximou mais agora mais velhas, todas’. Ela disse: ‘Todas, fui clara?’ Obrigada Angélica pelo respeito e ética, não me excluindo”, disse.

Em seguida, Mara focou que todas eram colegas, deixando de lado os apelidos de que eram adversárias e inimigas. Por fim, ela agradeceu pelo respeito que a esposa de Luciano Huck teve. “Como colega, desde já, seja muito bem-vinda. E se amigas, te garanto: posso até ser Pedro, mas Judas, jamais! Além do que, Silvio Santos me ensinou: amiga é ser, e não estar”, finalizou.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<