Maria Bethânia encerra a turnê ‘Fevereiros’ em São Paulo

Publicado em

Após percorrer as grandes capitais brasileiras e se apresentar na Europa, a cantora e compositora Maria Bethânia subiu no palco do Espaço Unimed em São Paulo, no dia 9 de março de 2024, para realizar o show que encerrou a turnê Fevereiros.

A turnê esteve presente nos grandes festivais pelo país, arrebatando uma plateia cada vez mais jovem.

A previsibilidade sempre passou ao largo da trajetória artística da cantora Maria Bethânia.

É fato que após o repentino sucesso com a sua arrebatadora interpretação para a música Carcará, em 1965, os mais afoitos a elegeram como uma cantora de protesto, título que ela declinou de imediato. Maria Bethânia, nas afirmativas dos mais próximos, sempre soube o que queria cantar.

Fotos: Patrícia Devoraes/Brazil News
Fotos: Patrícia Devoraes/Brazil News

E assim, ela seguiu e prossegue interpretando à sua maneira única e peculiar as canções que escolhe.

O show trouxe sucessos de sua carreira, músicas dos trabalhos mais recentes e canções inéditas em sua voz e o fio condutor utilizado por Maria Bethânia, que também responde pela direção artística e roteiro, dialoga com os repertórios apresentados nas duas elogiadas lives que ela realizou em 2022 (Globoplay e Educadora FM da Bahia).

Fotos: Patrícia Devoraes/Brazil News
Fotos: Patrícia Devoraes/Brazil News

Compositores anteriores à sua geração, compositores contemporâneos e outros que surgiram posteriormente, se fizeram presentes no generoso repertório do show: Adelino Moreira (Negue), Paulo Vanzolini (Volta por cima), Caetano Veloso (Reconvexo), Chico Buarque (Cálice), Chico César (Estado de Poesia), Belchior (Galos, noites e quintais), Xande de Pilares, Carlinhos Madureira e Gilson Bernini (Está escrito), entre outros.

Fotos: Patrícia Devoraes/Brazil News
Fotos: Patrícia Devoraes/Brazil News

Acompanhada pelos músicos Romulo Gomes (contrabaixo), João Camarero (violão de 7 cordas), Lan Lahn (percussão), Paulo Dafilin (violão, viola e guitarra), Marcelo Costa (percussão) e Marcelo Caldi (regência, piano e acordeom), Maria Bethânia segue se reinventando. Não por coincidência, o show que já passou por tantos lugares impactou uma enorme legião de fãs das mais diversas gerações e tribos.

Fotos: Patrícia Devoraes/Brazil News

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<