Munhoz e Mariano, são acusandos de fornecerem álcool a um menor de idade durante show

Publicado em

Munhoz e Mariano estão atualmente envolvidos em uma disputa legal que teve início no mês passado. Eles estão sendo processados por fornecerem bebida alcoólica a um menor durante uma de suas apresentações. De acordo com informações da coluna Splash, do UOL, o pai do adolescente, que tinha 15 anos na época, moveu uma ação contra os cantores responsabilizando-os pelo ocorrido.

Conforme os documentos legais, o jovem foi convidado ao palco pelos artistas para participar de uma competição de dança, com a promessa de receber um prêmio. No entanto, após vencer a competição, ele descobriu que o prêmio era um whisky puro que foi despejado diretamente em sua boca.

O fã alegou que não havia consumido álcool, pois estava acompanhado de seu pai na ocasião. As evidências apresentadas no processo incluem filmagens que demonstram que os réus (Munhoz e Mariano) fizeram com que o adolescente ingerisse quantidades substanciais de uma bebida alcoólica forte, levando-o praticamente à inconsciência. Alega-se que, devido à idade do adolescente, ele não tinha capacidade de consentir com o ato que ocorreu.

O pai do jovem também relatou em sua ação que subiu ao palco para socorrer seu filho quando ele desmaiou completamente e mal conseguia pronunciar algumas palavras. Uma equipe de resgate foi chamada para levá-lo ao hospital, onde permaneceu inconsciente durante toda a noite. Ele recebeu alta no dia seguinte após receber tratamento médico adequado.

Foto: Instagram / Reprodução
Foto: Instagram / Reprodução

O representante legal da vítima também criticou a falta de assistência por parte dos cantores, afirmando que eles não demonstraram preocupação com a situação e o dano causado ao adolescente. Eles não perguntaram pela idade do jovem nem tomaram medidas para verificar se ele era maior de idade.

Os autores do processo estão buscando uma indenização de R$ 500 mil por danos morais causados pela dupla. O processo foi aberto na Vara Cível da Comarca de Jardim, no Mato Grosso do Sul, em 21 de agosto.

Em resposta, os advogados de Munhoz e Mariano afirmaram que o adolescente em questão já estava consumindo bebida alcoólica e que o pai tinha conhecimento disso. Eles também afirmaram que o fã alegou ser maior de idade para subir ao palco. A equipe de defesa dos réus diz ter provas, como fotos, vídeos, ata notarial e informações da rede social do adolescente, que comprovariam que ele já consumia álcool antes do incidente.

Os advogados da dupla e da empresa MM Produções esperam o apoio do Ministério Público e do Conselho Tutelar para investigar e apurar a responsabilidade dos pais no caso.

Foto: Instagram / Reprodução

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<