Nego do Borel é condenado a pagar R$ 150 mil por ausência em festa

Publicado em

Nego do Borel foi condenado a pagar R$ 150 mil por não comparecer a uma festa de 15 anos para a qual foi contratado em 2020, no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. O casal Paulo e Paula Mangarino Torres contratou Nego do Borel para animar a festa e, de acordo com o contrato, ele fez várias exigências, incluindo um palco, iluminação, sonorização e camarins abastecidos com bufê e bebidas para ele e seus dançarinos.

No entanto, às 2h da madrugada, a mãe da debutante foi informada de que Nego do Borel não poderia comparecer, alegando que a empresa MarKa Tour Viagens e Logística, responsável por seu transporte aéreo para o Rio de Janeiro, não havia chegado a tempo no aeroporto de São Paulo.

Como resultado, tanto Nego do Borel quanto a empresa responsável foram condenados a pagar uma multa contratual de R$ 30 mil, ressarcir R$ 87 mil e pagar uma indenização de R$ 30 mil aos pais da debutante. É importante observar que esses valores podem estar sujeitos a correção no decorrer do processo.

Nego do Borel

Nego do Borel

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<