Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, deixa de fora veículos de imprensa importantes para a comunidade

Publicado em

Parada LGBT de SP, maior do mundo, nem começou mais o problemas já estão aparecendo.

A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, considerada a maior do mundo, volta às ruas no próximo domingo (19), após dois anos de evento virtual em razão da pandemia de covid-19.

Este ano a APOLGBT (Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo), que organiza o evento resolveu utilizar a terceirização de serviços para o credenciamento de imprensa, quando começaram alguns problemas.

<

Veículos de comunicação, que sempre cobrem o evento, realizaram o credenciamento de imprensa dentro do período estipulado pela organização, mais ate esta sexta (17) ainda não havia recebido a resposta, lembrando que há todo uma preparação por parte do veiculo para o dia D, não se pode responder na véspera do dia do evento, até porque alguns veículos são de fora da capital de São Paulo e possuem toda uma logística a seguir para realizarem a cobertura, além de montar a escala da equipe externa.

A equipe do Portal EGO Brazil, entrou em contato com a PEVI 56, que é a empresa responsável pelos credenciamentos e fomos informados que o credenciamento havia sido encerrado e que estão limitados pois as cotas haviam sido divididas com outras equipes e sobre a resposta dos veiculos aprovados, pediram para verificarem na caixa de entrada ou o spam, esta é a resposta da empresa, contratada pela ONG APOLGBT, que realiza a Parada LGBT de SP, considerada a maior parada do mundo.

A maior Parada LGBT do mundo, em São Paulo, deixa de fora veículos de imprensa importantes para a comunidade - Foto: Divulgação
A maior Parada LGBT do mundo, em São Paulo, deixa de fora veículos de imprensa importantes para a comunidade – Foto: Divulgação

Este ano serão, 18 trios elétricos cruzarão a avenida Paulista a partir das 12h —o primeiro deles, que abre a festa, será o do grupo Mães Pela Diversidade, que reúne mães de pessoas LGBTQIA+ em apoio à comunidade.

Em 2019, o evento reuniu 3 milhões de pessoas segundo a organização e movimentou R$ 403 milhões na economia da cidade.

As lives durante o período de isolamento foram importantes, segundo Claudia, para manter a visibilidade da data. “Mas o formato já estava saturado. O povo na rua é uma imagem que impacta muito mais”.

<

Neste ano, a parada reforça o tema político dos últimos anos como o mote “Vote Com Orgulho“, em referência às eleições que serão realizada em outubro deste ano.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<