Péricles, Thiaguinho e Xanddy se juntam ao Pixote em DVD de 30 anos

Publicado em

Aos 14 anos, Douglas Monteiro, o Dodô, se juntou a mais cinco amigos da Zona Leste de São Paulo para formar o grupo de pagode Pixote. Naquele 1993, além de estudar e cantar, Dodô trabalhava em uma rede de fast food e fazia questão de avisar: “Daqui a pouco estou indo embora daqui”. Dito e feito. Foram dois anos para o lançamento do primeiro CD ,“Brilho de cristal”, que consagrou a faixa homônima como uma das mais famosas da história do seu estilo. Este ano, o grupo comemora 30 anos de existência e de hits conhecidos em qualquer roda de pagode que se preze.

Para comemorar, a banda — que chegou a ter sete integrantes e hoje conta com três (Dodô, Thiaguinho e Tiola Chocolate) — saiu em turnê pelo Brasil este mês e disponibilizou o DVD “Trintou”, com participações de nomes como Péricles, Thiaguinho e Xanddy Harmonia. Dodô conta que os convidados foram escolhidos por fazerem parte da história deles. Xandy, por exemplo, foi ao programa do Gugu com Carla Perez no início do relacionamento dos dois, e quando o apresentador perguntou qual a trilha sonora do casal, eles responderam “Frenesi” — música do álbum “Tá bom demais”, de 1999. No domingo seguinte, Pixote fez sua estreia na atração e, claro, cantou “Frenesi”.

O vocalista acredita que o segredo para o sucesso por tanto tempo foi ter mantido a essência romântica de suas composições.

<

“Não modificamos muito nosso estilo. Nos caracterizamos por ser um pagode romântico. A gente brinca que nunca vai perder falando de amor porque sempre tem alguém apaixonado ou com problemas nesse aspecto da vida, e que vai se identificar com a gente. Essas músicas ficam, e foi assim que aconteceu com as nossas, como “Insegurança”, “Meu amor”, “Mande um sinal”… ” opina Dodô.

Péricles, Thiaguinho e Xanddy se juntam ao Pixote em DVD de 30 anos - Foto: Divulgação / Assessoria
Péricles, Thiaguinho e Xanddy se juntam ao Pixote em DVD de 30 anos – Foto: Divulgação / Assessoria

Histórias inusitadas

“Insegurança”, inclusive, é considerada um marco na carreira do grupo. Dodô define a composição de 2008 como “divisor de águas” na vida deles e o grande hit até hoje. “Eu não vou te trair com ninguém, meu amor você tem minha palavra/ Porque tudo que um homem precisa eu tenho em casa”, diz trecho da música que não falta nas festas e rodas de pagode.

Com humor, Pixote lembra de poucas e boas que passaram ao longo dos 30 anos em turnês:

“Já me esqueceram na estrada, um fã uma vez copiou o uniforme da produção e entrou nos bastidores como se fosse funcionário, já precisamos sair do palco por conta de dor de barriga… Já passamos tanta coisa, vira história para contar. Quero terminar a vida cantando, até não aguentar mais, então vamos para 31, 32, 33 anos, vamos embora.”

<

Neste mês, eles ainda farão três apresentações: dia 25, em Florianópolis; dia 26, em Tubarão; e dia 27, em Curitiba.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<