Pioneiro no mercado, Nelson Tristão fala sobre o cresce o número de ouvintes do gospel

Publicado em

Com o consumo da música cristã em ascensão, o CEO da Onimusic explica que a missão de sua empresa é servir à missão dos artistas.

O crescimento no número de evangélicos no Brasil, que, segundo pesquisa do Datafolha, superará o número de católicos do país em 2032, reflete no consumo das músicas voltadas para o público cristão. Nelson Tristão, CEO da Onimusic, selo mineiro de música cristã, é um expert e referência no assunto. Há 18 anos no mercado, Nelson gerencia sua empresa que lida exclusivamente com música cristã, estabelecendo com os artistas associados uma parceria com o objetivo de crescimento e alcance. Resumindo a lógica de atuação da Onimusic, Nelson diz que cada artista possui uma missão e seu trabalho é servir para que essas missões sejam cumpridas. Dentre os artistas do selo estão referências da música gospel brasileira como Gabriela Rocha, Diante do Trono, Gabriel Guedes, Isaías Saad, Dunamis Music, Central 3, Nívea Soares, Gabi Sampaio, Rodolfo Abrantes e a banda Morada.

Em julho, Nelson concedeu uma entrevista ao produtor musical Clemente Magalhães, no canal Corredor 5, para conversar sobre inovação no mercado da música e como funciona a música cristã no Brasil. Na oportunidade, o CEO da Onimusic falou um pouco sobre as particularidades do seu negócio: “se você quiser colocar a lógica da música secular na música cristã, não vai funcionar. E vice-versa. Porque a lógica da música secular é para divertir, para mexer com suas emoções. A lógica da música cristã é alimentar as pessoas com a palavra de Deus. Se você não entregar uma verdade, se a vida do artista não expressar uma verdade, as pessoas param de se alimentar.“

<

Com a migração do consumo de música para as plataformas digitais nos últimos anos, Nelson focou sua atenção na criação de soluções e inovações para se diferenciar no mercado. “Eu costumo falar que de tédio a gente não morre nunca mais no digital. Todo dia você tem uma coisa nova, uma notícia, um aplicativo, uma ferramenta. Você tem que ser bem seletivo. Ler, estudar e capturar só o que faz sentido. É necessário ter a perspicácia para chamar a atenção do ouvinte”, comenta o CEO.

A Onimusic também possui sua própria editora musical, a Adorando, que atualmente administra um catálogo de mais de duzentas e cinquenta mil obras. Dentre elas, estão obras de editoras internacionais que contrataram os serviços da Adorando para administração de suas músicas em território brasileiro.
Além disso, o selo Onimusic está se expandindo internacionalmente, por meio de parcerias como o projeto Revere Brasil, com a Integrity Music – sediada em Nashville, Estados Unidos. Nele, diversos artistas tiveram a oportunidade de compor e gravar canções em inglês e português com músicos norte-americanos e britânicos com o objetivo de ampliar o alcance da música gospel por diferentes nações. Além da iniciativa com o projeto Revere, a Onimusic desenvolve parcerias de gravações com a Capitol CMG, Fair Trade Music, Elevation Worship, entre outras.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<