Polícia já sabe que ator Jeff Machado não foi morto em local onde corpo foi encontrado

Publicado em

Investigadores da Polícia Civil já sabem que o ator Jefferson Machado não foi morto na casa onde corpo foi encontrado dentro de um baú, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. Segundo as investigações, Jeff teria sido assassinado em outro local e teve o corpo transportado até o imóvel, alugado em dezembro do ano passado. A dona da casa prestou depoimento na segunda-feira na Delegacia de Descobertas de Paradeiros (DDPA).

A família do artista desconfia que ele tenha sido vítima de um suposto amigo que teria se aproximado do ator por interesse. No entanto, a motivação do crime ainda é um mistério.

Nesta semana, investigadores fizeram uma operação de busca e apreensão na casa do principal do suspeito, mas nada foi encontrado. Ao Globo, uma amiga de Jeff Machado, que pediu para não ser identificada, relatou que pertences do ator foram levados da casa onde ele vivia, em Barra de Guaratiba, também na Zona Oeste, com seus oito cães de estimação.

<

Entre os objetos que sumiram estão um Iphone, o notebook e um cartão de débito. Transferências bancárias da conta do artista foram efetuadas após o desaparecimento dele.

Polícia já sabe que ator Jeff Machado não foi morto em local onde corpo foi encontrado
Polícia já sabe que ator Jeff Machado não foi morto em local onde corpo foi encontrado

Amigo de Jeff é o principal suspeito

O artista estava amarrado, dentro de um baú trancado e enterrado a dois metros de profundidade. Sobre o baú, havia uma grossa base de concreto, na qual os investigadores precisaram usar uma máquina de perfurar. O corpo estava escondido nos fundos da casa.

A família desconfia que um suposto amigo de Jeff seja o responsável pela morte do ator. A amiga afirmou ao Globo que este “novo amigo” teria se aproximado do artista com interesse de “ajudá-lo a vencer na vida”. Em pouco tempo, ainda segundo ela, o homem passou a frequentar a casa de Jeff e, aos poucos, “tomou conta da rotina do ator”. Para a Polícia Civil, este homem é o principal suspeito de matar a vítima.

— Este amigo foi o último ao ver o Jeff com vida. Ele falou para a família que o Jefferson teria viajado para São Paulo a trabalho, deixando as chaves do carro e da casa aos cuidados dele — afirmou a amiga.

<

O carro, um Renault Duster Branco, avaliado em R$ 85 mil, ainda de acordo com a amiga do ator, estava com o suspeito, que alegou para a família ter autorização de Jeff para vendê-lo.

— Ele disse que Jeff teria dado autorização para ele vender o carro. Nas anotações do Jeff , vimos que ele chegou a emprestar R$ 16 mil. Desconfiamos que ele tenha sido alvo de um golpe — afirmou a amiga.

O ator estava desaparecido desde o dia 27 de janeiro e só foi encontrado pela polícia na última segunda-feira. Seu corpo estava enterrado e concretado dentro de um baú nos fundos de uma casa em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio.

Segundo a amiga, o rapaz se apresentou como produtor e fotógrafo. Os dois frequentavam locais em que conheciam pessoas em comum. O suspeito, segundo ela, é branco, de estatura média, usa barba e tem cerca de 40 anos. Jeff chegou a confidenciar para a amiga que desconfiava do comportamento do “novo amigo” já que, em pouco tempo, ele estaria tentando forçar uma aproximação.

— A última vez que nos falamos foi no dia do aniversário dele, em 19 de janeiro. Ele estava desconfiado desse amigo (por conta da rápida aproximação). Estava preocupado. Algo estava acontecendo. Ele não se sentia confortável com o jeito dele. Parecia que ele tinha inveja do Jeff. Esse amigo sempre falava mal do Jeff quando ele não estava por perto. Depois que a verdade veio à tona, eu não consegui mais contato. Ele desapareceu — disse.

Segundo parentes, o ator era conhecido como alguém que “não via maldade nas pessoas”. De acordo com a amiga, o suspeito fazia questão de demonstrar que tinha interesse amoroso pelo artista. No entanto, Jeff confidenciou que só o via como amigo, pois “não fazia seu tipo”

Os investigadores da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) encontraram o corpo em posição fetal, dentro do baú e em estado de decomposição. Apesar disso, foi possível fazer o reconhecimento por meio de suas impressões digitais.

A família do ator Jefferson Machado esteve no Instituto Médico-Legal de Campo Grande, na manhã desta quinta-feira, para fazer o reconhecimento do corpo. Segundo o advogado Jairo Magalhães, o rapaz tinha uma corda em volta do pescoço e nas mãos. Por conta do adiantado estado de decomposição, o laudo da perícia e da certidão de óbito descreve a causa da morte como “indeterminada”.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<