Reinvenção de produtos tradicionais desempenha um papel crucial no mundo dos negócios

Publicado em

Joalysson Conrado ousou inovar e reinventou a alianças de casamento, símbolo milenar do amor.

A quebra do status quo é essencial para impulsionar a inovação. Quando uma empresa desafia as normas estabelecidas e questiona o “jeito tradicional” de fazer as coisas, abre-se espaço para novas ideias e abordagens. Isso permite que a empresa encontre maneiras melhores, mais eficientes e mais atraentes de atender às necessidades dos consumidores; levando ao progresso e a renovação geral de um setor.

Mercados tradicionais muitas vezes são altamente competitivos e podem se tornar saturados, com produtos e serviços similares. A inovação é a chave para se destacar nesse cenário, trazendo produtos reinventados, novos recursos e funcionalidades que atraem os consumidores.

<

Joalysson Conrado, Designer de Joias e Fundador da Jeecler, ousou inovar e reinventou as alianças de casamento; mas ele não se contentou em recriar apenas o design de um produto tradicional e milenar, ele foi além e desenvolveu um mecanismo que o tornou versátil e modificável.

“Eu e meu time queremos construir algo realmente grande e duradouro; uma marca forte e memorável, original, ousada e jovem. É impossível construir um projeto com todas essas características sem inovar, sem ousar, sem confrontar o status quo. Criamos um modelo de aliança único, jamais visto no mundo e, o melhor de tudo: estamos apenas começando”, comenta Conrado.

JeeclerNome conhecido e conceituado no segmento de joias, Joalysson Conrado vem acumulando conquistas ao longo dos anos: foi considerado joalheiro do ano em 2016, pelo prêmio “The Best”; criou o primeiro modelo de alianças de casamento do mundo para o público LGBTQIAPN+ e conseguiu licenciar o produto com ninguém menos que Lulu Santos; já assinou joias de pessoas mundialmente famosas; já criou uma marca do absoluto zero e a vendeu em uma operação de M&A, o ápice de uma empresa e, agora, promete revolucionar o tradicional mercado de alianças, à frente da Jeecler.

“Usamos carros alemães, roupas italianas e perfumes franceses. Isso sempre me perturbou. Me cerquei de pessoas extremamente competentes, inteligentíssimas, ambiciosas e engajadas e, juntos, transformaremos a Jeecler em uma marca multinacional. Não esperem menos”, finaliza Conrado.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<