‘Sempre fui estranha’: Letícia Colin cita ousadia em prêmio de melhor atriz

Publicado em

Letícia Colin, de 33 anos, expressou sua singularidade ao receber o prêmio de melhor atriz no evento “Melhores do Ano“, transmitido no “Domingão com Huck” neste domingo (17). Ela compartilhou sua autenticidade ao descrever-se como uma pessoa “estranha” e ressaltou sua felicidade nessa singularidade durante o discurso de agradecimento.

Ao abordar a conquista do prêmio por sua atuação como Vanessa em “Todas as Flores”, Letícia destacou a importância de ser “ousada e estranha”. Em suas palavras, ela encorajou especialmente as mulheres a ousarem, enfatizando que a vida é para ser vivida com ousadia.

Letícia Colin
Letícia Colin

A atriz aproveitou o momento para lançar uma reflexão sobre a violência no Brasil, com foco especial na violência doméstica que afeta mulheres diariamente. Ela chamou a atenção para a alarmante estatística de mulheres mortas no país e ressaltou a importância de combater a violência, o ódio à diferença e a sensação de superioridade. Letícia pediu apoio para essa causa.

Mesmo diante de possíveis críticas por sua abordagem ousada e única, Letícia reforçou seu orgulho em ser uma pessoa “estranha” e expressou sua satisfação em continuar assim. Em seus agradecimentos, ela reconheceu a contribuição dos pais, do marido, do filho, dos autores e do elenco de “Todas as Flores”, além de expressar gratidão ao público pela recepção positiva da trama tanto no streaming quanto na TV aberta.

 

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<