Tatá Werneck e Cauã Reymond viram alvo de investigação após golpe bilionário de empresa

Publicado em

Após fazerem uma campanha publicitária para a empresa Atlas Quantum, Cauã Reymond e Tatá Werneck enfrentam sérios problemas. Ambos foram chamados para prestar depoimentos diante das suspeitas de envolvimento em um esquema de fraude relacionado a criptomoedas.

As informações foram reportadas pelo site Notícias da TV, que também revelou que a organização está sob investigação na CPI das Fraudes em Criptomoedas. Supostamente, os empresários são acusados de enganar investidores desde 2018.

Em uma solicitação feita à Comissão Parlamentar de Inquérito, o delegado e deputado federal Paulo Bilynski (PL-SP) convocou os dois artistas para prestar esclarecimentos. O objetivo do processo é investigar as práticas criminosas e irregularidades na empresa.

A principal suspeita é que a Atlas tenha aplicado um golpe de mais de R$ 7 bilhões, afetando aproximadamente 200 mil investidores. Os acusados teriam se beneficiado da participação de celebridades em suas propagandas, incluindo grandes nomes da teledramaturgia e internet.

O delegado fez uma acusação grave contra Tatá Werneck e Cauã Reymond, alegando que, por serem figuras públicas, eles podem ter contribuído para atrair um grande número de vítimas.

Os vídeos com os artistas, veiculados em 2018, mostravam os dois falando sobre a empresa, expressando confiança no trabalho realizado pela Atlas Quantum. Entretanto, após o surgimento das suspeitas, todos os vídeos foram removidos do YouTube.

A equipe jurídica de Tatá Werneck emitiu uma nota sobre o assunto, afirmando que ficaram perplexos com a convocação, pois Tatá atuou apenas como garota-propaganda da Atlas, há cinco anos atrás, época em que nada desabonava a empresa. Eles ressaltaram que naquela época todos os órgãos públicos permitiram o funcionamento da empresa e questionaram como a Tatá, que é apenas uma atriz, poderia adivinhar atividades ilegais da empresa.

Os advogados concluíram afirmando que a atriz prestou apenas um serviço de publicidade e não tinha ligação com as operações rotineiras da Atlas.

Tatá Werneck e Cauã Reymond
Tatá Werneck e Cauã Reymond são convocados por CPI após golpe bilionário de empresa (Imagem: Reprodução – Globo)

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<