Terapia com ímãs ajuda a tratar insônia e problemas emocionais.

Publicado em

Muitas pessoas possuem dificuldade para dormir e, principalmente, ter uma boa qualidade de sono. A perda do sono costuma ser decorrente de diferentes motivos, como preocupações, ansiedade, expectativas ou até mesmo sem uma razão específica. É muito comum que as noites mal dormidas se tornem tão frequentes a ponto de se tornarem patologias tratadas com medicamentos controlados.

De modo geral, uma das principais causas da dificuldade de dormir bem está ligada aos pensamentos, sentimentos e emoções. A saída encontrada por muitos é o tratamento com medicações. Entretanto, atualmente é possível tratar a dificuldade de dormir sem precisar de nenhum medicamento. E isso é possível através do DAM (Desativação e Ativação Magnética) de sentimentos, pensamentos e emoções utilizando a energia biomagnética dos ímãs. A técnica também serve para tratar problemas emocionais, como depressão, ansiedade e síndrome do pânico.

<

“Partimos do pressuposto de que a energia é a linguagem máxima do Universo, tudo é e tem energia: seu corpo, a corrente gerada pelos ímãs e também as emoções. Emoções aprisionadas no seu corpo geram uma vibração energética. É uma corrente, que tenha você consciência dela ou não, estará aí influenciando todo o funcionamento do organismo. Se no decorrer do dia você passou por uma situação de estresse, o medo ou a raiva gerada ali pode ficar aprisionada e influenciar todas as suas células, causando desequilíbrio. Um corpo em desequilíbrio tem dificuldade em dormir”, explica Taisa Campos, especialista em biomagnestismo.

Também conhecida como Compositora de Realidade, Taisa explica como funciona o tratamento com o DAM para uma boa noite de sono. “Neste caso, você pode fazer uma sessão de DAM direcionada para o evento, a fim de desativar qualquer emoção. É possível ir direto para uma emoção específica ou utilizar o baralho de emoções, em que você se conecta com seu corpo e pergunta: qual emoção eu posso desativar agora? Embaralha, retira uma carta e faz o procedimento com o ímã no seu corpo”, detalha.

O DAM é composto por três baralhos, cada um com um significado. “Um deles traz as áreas de nossa vida, como relacionamentos, casa, pets, negócios, saúde do corpo… Comece a sessão por este baralho, perguntando qual é a área que precisa de atenção e depois utilize o baralho das emoções. As sessões de DAM são direcionadas por perguntas, conforme utilizamos os baralhos, direcionamos o atendimento para aquilo que precisa ser tratado a fim de mudar o padrão energético e atingir o objetivo da sessão”, diz a especialista.

Quando as noites sem dormir se tornam frequentes, e é necessário uso de medicamentos, Taisa Campos explica como o DAM pode ajudar: “Nas situações acima falamos de sessões de auto- atendimento, em que praticantes de DAM utilizam a técnica para lidar com algo pontual. Porém, pode-se fazer um tratamento contínuo, seja auto-atendimento ou com um terapeuta, para lidar com patologias diversas. Desde que fomos gerados, lá no ventre de nossas mães, estamos expostos a emoções. Emoções que elas sentiam, que nós sentíamos…. e toda esta carga energética vai influenciando em quem somos, nas escolhas que fazemos, na forma como nos portamos e até na aparência dos corpos”.

Quando se fala na quantidade de emoções que um ser humano carrega, os traumas e dificuldades em virtude de situações passadas refletem no corpo físico, criando desarmonia e levando também à dificuldade em dormir bem. A especialista explica que um tratamento com DAM pode acessar algumas áreas específicas da vida da pessoa para utilizar a técnica de desativar as emoções.

<

“A corrente gerada pelo pólo negativo do ímã somada à intenção do praticante vai interagir com a energia dessa emoção e fazer a liberação. Em seguida, ativamos as Escolhas de Ser, utilizando o terceiro baralho. São as escolhas para a vida, por exemplo: amor, gratidão, alegria, entusiasmo… que também são carregadas de energia e ressoam em cada molécula do corpo, promovendo equilíbrio, saúde e bem-estar. Em casos em que a pessoa faz tratamento convencional (com acompanhamento médico e medicamentos) recomendamos que continue e acrescente o DAM. Embora tenhamos estudos de caso com análise sanguínea constatando os benefícios da técnica, a Desativação e Ativação Magnética é uma terapia complementar”, completa Taisa Campos.

Crédito divulgação

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<