Wagner Nolasco fala sobre educação financeira da geração Z

Publicado em

A ‘Geração X’, que são as pessoas que nasceram a partir dos anos 1960, já estão chegando próximo da aposentadoria. No entanto, poucas pessoas se prepararem para esse momento. Portanto, quanto mais cedo for o contato com o mundo das finanças, abordando a questão da educação financeira para crianças, mais fácil será o entendimento sobre a importância da economia e dos investimentos para o futuro.

O empresário e investidor imobiliário Wagner Nolasco, que tem mais de 20 anos de experiência no mercado americano, ensina seus clientes a fazerem um planejamento de aquisição de imóveis para que eles consigam, ao se aposentar, ter uma renda recorrente de aluguel.

“Infelizmente, hoje em dia as pessoas não se preparam, então quando chegam aos seus 40, 50 anos, elas têm a necessidade de atingir uma certa independência financeira. O que nós fazemos para os nossos clientes e para a nossa família é justamente isso: um planejamento de aquisição de imóveis para que eles consigam, ao se aposentar, ter uma renda recorrente de aluguel”, disse Nolasco, que ainda explicou como todo o processo funciona:

“Eles compram várias casas, as alugam e, com a valorização e a rentabilidade proposta por essas casas, eles conseguem uma renda recorrente que independe da sua aposentadoria, ao governo, ou até qualquer plano de aposentadoria privada”.

Wagner lamenta o fato da educação financeira não ser presente dentro das escolas, porém ele tem feito a sua parte como pai, ensinando suas filhas o valor do dinheiro e de um bom investimento.

“Minha filha mais nova tem 10 anos e a minha filha mais velha agora tem 13. Cada uma delas já tem suas respectivas casas de investimento. Elas já tem o entendimento do que é cash flow, aluguel, o que são as taxas cobradas pelo mercado, o que é o custo de seguro, o que são reparos etc.

Então elas fazem uma avaliação do nosso rent roll, que são os nossos relatórios de aluguel, para que elas consigam ter ciência do que é um bom investimento e o que não é. Infelizmente, as escolas não ensinam a ter educação financeira, então cabe aos pais ajudar suas crianças a terem esse primeiro momento, o primeiro investimento e depois trabalhar na educação financeira para que eles possam dar continuidade”, disse o investidor.

Crédito divulgação

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal ou mesmo do Portal iG.

A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<