Bruno Tálamo criticou Alex Galette acusando-o de “militar errado” emA Fazenda

Publicado em

Durante a pré-estreia de “A Fazenda” na última segunda-feira (12), Bruno Tálamo criticou a postura de Alex Galette acusando-o de “militar errado”.

Para o ex-repórter do “A Tarde É Sua”, da RedeTV!, o apresentador incluiu “bandeiras” e pautas sobre “sexualidade” onde não precisava. Ninguém entendeu muito bem as insinuações, uma vez que a estreia de fato do reality show só ocorreu nesta terça-feira (13). E o que se viu foi que o jornalista não gostou de ver o rapaz, homossexual assumida, usar linguagem de gênero neutro. “Aqui é um jogo, aqui somos todes, não dá para falar todos ou todas, somos todes. Porque se a gente pegar por orientação sexual ou se é homem ou mulher…”, disse Alex ao se referir à escolha dos alvos numa prova.

Conforme dito pelo jornalista Fefito do UOL, a linguagem inclusiva foi o suficiente para que Bruno entendesse que o colega de confinamento estava “militando” ou “levantando bandeira”. Um simples “todes” incomodou o repórter a ponto de ele considerar Alex seu adversário e decidir atacar o modo como ele se expressa (caso não tenha ficado claro, em pleno 2022: LGBTs não precisam falar do jeito que heterossexuais esperam deles. Fica a dica!).

<
Bruno Tálamo criticou Alex Galette acusando-o de "militar errado" na estreia de<a data-mil=
A Fazenda – Foto: Reprodução / PlayPlus” width=”900″ height=”506″ /> Bruno Tálamo criticou Alex Galette acusando-o de “militar errado” na estreia de A Fazenda – Foto: Reprodução / PlayPlus

Ao discutir durante o ao vivo, Bruno ainda tentou rebater os argumentos de Alex com “Eu sou um cara de televisão”. Nem mesmo o diretor do programa do qual o jornalista fazia parte engoliu tal desculpa. “O Bruno acha que por trabalhar em televisão conhece tudo do Mundo. Besteira”, escreveu no Twitter, com razão, Elias Abrão, responsável pelo “A Tarde É Sua”.

Imagem: Reprodução / Twitter @eliasabrao
Imagem: Reprodução / Twitter @eliasabrao

Bruno ainda tentou encerrar a discussão dizendo que Alex “pode ampliar seu repertório” e não abordar “só a sexualidade”, no que foi questionado pelo rival: “Mas quem abordou sexualidade?”

De fato, Alex não falou de perseguição ou preconceito, não falou de sua sexualidade. Falou de uma parcela da comunidade LGBT que se sente mais confortável usando linguagem neutra. Por que razão isso incomoda a Bruno e tantos outros, que conseguiriam seguir com suas vidas plenamente e entendendo perfeitamente o que foi dito? Fica a questão. Talvez o repórter queira apelas para a parcela mais conservadora da audiência, mas a chance de o tiro sair pela culatra é grande. Que feio.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<