Sucesso nas Plataformas, Youtuber Julio Marinho, passa por dificuldades ao lado do marido

Publicado em

Gilmar Ramos, 63 anos portador do Mal de Parkinson e o youtuber Julio Marinho, Sucesso de público na plataforma, 55 anos, portador de insuficiência cardíaca e Transtorno de Ansiedade Generalizada, vivem juntos há 27 anos em um relacionamento marcado pelo amor, companheirismo e muita cumplicidade.

O casal mora na região metropolitana do Rio de Janeiro em uma casa construída, em grande parte, por eles mesmos.

<

As dificuldades começaram em 2011, quando Julio teve que deixar o emprego na empresa onde trabalhava há 16 anos para cuidar de Gilmar, então gerente administrativo da emergência de um hospital em que teve não somente uma crise de estresse, mas sim uma depressão profunda.

Depois de anos de tratamento, Gilmar se recuperou, mas desta vez foi Julio que teve um grave problema de saúde: um infarto agudo do miocárdio que quase o levou à morte em 2018.

Julio se recuperou, mas ficou com algumas sequelas, que o impossibilitaram de retornar a sua rotina normal de trabalho, o apresentador adquiriu uma insuficiência cardíaca que o impede de grandes esforços físicos. Além de atualmente precisar conviver como dependente de remédios.
Quando tudo parecia estar entrando nos eixos, apesar dos problemas, Gilmar foi diagnosticado com o Mal de Parkinson. Mais uma reviravolta na vida do casal. Hospitais e ambulatórios passaram a ser a segunda casa dos dois. Além, é claro, de uma lista imensa de medicação específica para os tratamentos.

<

Gilmar e Júlio vivem hoje apenas com a aposentadoria de Gilmar. Renda que quase não supre as necessidades do casal, já que gastam uma pequena fortuna com remédios. Eles não têm planos de saúde e, embora o atendimento do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (Fundão) seja excelente, os dois carecem de outros cuidados. Gilmar necessita de fisioterapia, para tentar diminuir as dores e melhorar a mobilidade; Júlio necessita de acompanhamento psicológico para auxiliar no tratamento psiquiátrico que faz no Fundão, onde trata do Transtorno de Ansiedade Generalizada e Pânico, adquiridos ainda criança.
O casal está na fila do SISREG há mais de um ano.

Link do Canal:

https://youtube.com/@JulioMarinho

Apesar de tudo, o casal se mantêm firme e forte. Contando com o apoio dos familiares e dos amigos, Júlio e Gilmar afirmam que isso é fundamental. Os dois são muito queridos pelas famílias de ambos, o que convenhamos, não é muito comum na vida de casais gays, ainda mais os das gerações passadas.

“Quanto aos amigos, estes são poucos, mas muito solícitos.” Diz Júlio Marinho.

Hoje o casal vive em um condomínio de baixa renda em Itaboraí (região metropolitana do Rio de Janeiro) e é respeitado e querido pelos vizinhos, o que também é um ponto fora da curva na vida de casais gays.

Para tentar um renda extra o casal já tentou de tudo o que é possível, dadas as limitações de ambos: já tentaram vender biscoitos caseiros, não funcionou. Já criaram canais no YouTube para tentar uma monetização e, até o momento, também não tem funcionado. O canal do Julio Marinho é ativo na plataforma, mas o retorno financeiro é ínfimo, apesar da grande adesão e apoio da comunidade LGBTQIA+. Já Gilmar, tentou um canal de culinária, coisa que ama, mas não deu muito certo e, por conta das limitações físicas, ele teve de abandonar o projeto.

O casal não espera muito da vida, mas gostaria de ter um final mais digno.

“Existem muitos casais e gays solitários no mundo, todos sofrem com a invisibilidade e, muitos, com o abandono total. Nós só gostaríamos que os gays mais jovens, que têm hoje uma vida infinitamente mais fácil que os das gerações passadas, parassem para pensar no seu futuro e olhassem com mais carinho e atenção para aqueles que vieram antes. Nós existimos.” Completou o Youtuber.

“Nosso amor existe e resiste. Ainda estamos aqui.” Declarou Gilmar com os olhos marejados.

Fique por dentro!

Para ficar por dentro de tudo sobre o universo dos famosos e do entretenimento siga o EGOBrazil no Google Noticias ou EGOBrazil no Instagram.

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© 2023 EGOBrazil | A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Famosos

Últimas Notícias

Leia Mais

<